Coronavírus

Dirigente da Fórmula 1 acredita em início da temporada 2020 em julho

Ross Brawn sinalizou que edição deste ano pode ser menor

Por Agência Brasil

Foto: (Beto Issa/ GP Brasil de F1)

O diretor técnico da Fórmula 1(F1), Ross Brawn, sugeriu que a edição 2020 do Circuito Mundial de Fórmula 1 (F1) tenha início em julho, na Europa. De acordo com a opinião de Brawn,  publicada ontem (8) no site da F1, devido ao encurtamento do calendário – em função da pandemia do novo coronavírus (covid-19) –  a previsão é a temporada deste ano tenha 18 ou 19 rodadas. O dirigente britânico também sinalizou a possibilidade das corridas ocorrerem sem a presença de público.

“A nossa opinião é que seja favorável o começo na Europa e que pode até mesmo ser um evento fechado. Poderíamos ter um ambiente controlado, onde todos fossem testados, para que não haja riscos para ninguém’.

De acordo com o planejamento oficial da competição, a temporada iniciaria em Melbourne (Austrália), no dia 15 de março e encerraria após 22 rodadas no total. Porém, o Grande Prêmio (GP) de Melbourne  foi cancelado devido à propagação da covid-19. Além da corrida de abertura, outras oito já foram adiadas ou extintas pelo mesmo motivo. É o caso dos GPs do Bahrein (Vietnã), China, Holanda, Espanha, Mônaco, Azerbaijão e Canadá.

O dirigente mencionou ainda o número mínimo de corridas possíveis em uma temporada, levando em conta o estatuto da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

“Oito corridas é o mínimo que podemos ter em um campeonato mundial…Então, se for estipular um limite para começar, seria outubro”, alertou.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
29 de Novembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Domingo Show
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Heleno Rotay
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »