Mundo

Enfermeiras armam brigas entre pacientes com deficiência mental, são descobertas e terminam presas

Caso aconteceu na Carolina do Norte, nos Estados Unidos

Por Redação Tupi

Caso aconteceu na Carolina do Norte, nos Estados Unidos
(Foto: Reprodução)

Três enfermeiras foram presas, no início do mês de outubro, após incentivarem brigas entre pacientes com deficiência mental, na clínica em que trabalhavam, na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.  As informações são do jornal estadunidense USA Today.

Entre as violações cometidas ou incentivadas pelas funcionárias está o estrangulamento de um dos pacientes, além da filmagem de outro interno abandonado no chão, com direito a compartilhamento das imagens nas redes sociais.

Segundo um porta-voz da clínica, Marilyn Latish McKey, de 32 anos, Taneshia Deshawn Jordan, de 26 anos, e Tonacia Yvonne Tyson, de 20 anos, foram demitidas em junho, assim que a direção da unidade médica tomou conhecimento da situação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a entrada de novos internos na clínica em questão foi suspensa. A medida ficará em vigor até ser concluída uma “inspeção de acompanhamento sem aviso prévio para garantir que as medidas corretivas tenham sido implementadas”.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »