Patrulhando a Cidade

Casal gay é agredido após defender mulher em festa

Um dos homens ficou com o rosto desfigurado e teve o braço imobilizado

Foto: Reprodução TV

Um casal homoafetivo foi vítima de agressão neste domingo, 04/08, após tentar defender uma mulher durante uma festa em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Segundo o casal, homofobia seria a motivação.

Em entrevista ao “Bom Dia Rio”, uma das vítimas relatou o caso. “Ele arremessou uma garrafa de vidro na cabeça dela. Mirou na cabeça dela mas, graças a Deus, não acertou. E essa menina ficou em choque. A gente foi protegê-la dentro de um apartamento”, contou uma das vítimas, que preferiu não se identificar.

O casal, então, decidiu levar a mulher para outro apartamento no mesmo prédio e foi seguido pelo homem, que continuou com as agressões. Ele desferiu um soco no rosto de uma das vítimas. Durante o ataque, o agressor gritava que “LGBTs tinham que apanhar e morrer”.
Agentes do 19º Batalhão (Copacabana) foram acionados, mas o homem fugiu antes da chegada dos policiais.

Todos foram encaminhados ao Hospital Miguel Couto, também na Zona Sul. Um dos homens ficou com o rosto desfigurado e fraturou o dedo, ao ser derrubado, e precisou imobilizar o braço.

O caso foi registrado na 12ª DP (Copacabana) como lesão corporal. As vítimas farão nesta segunda-feira, 05/08, o exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML). A mulher que foi atacada não registrou ocorrência.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »