Patrulhando a Cidade

Médico responsável por clínica de abortos tem prisão preventiva decretada

Os policiais informaram que o médico e o auxiliar realizavam o procedimento em diversos pontos espalhados pelo Rio para dificultar o trabalho de investigação

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Facebook)

A Justiça do Rio decretou, nesta segunda-feira, a prisão preventiva do ex-médico Bruno Gomes da Silva, que teve o CRM cassado, e é apontado como responsável por uma clínica de abortos. Na sexta-feira, policiais civis da 38ª DP (Brás de Pina) realizaram a prisão de Bruno e de um assistente que o auxiliava nos procedimentos da clínica clandestina. Três mulheres e o marido de uma delas, que estavam no local, também foram detidos na sala de espera. Eles vão responder pelo crime de aborto.

Os policiais informaram que o médico e o auxiliar realizavam o procedimento em diversos pontos espalhados pelo Rio para dificultar o trabalho de investigação. Elas apontaram, ainda, que o local onde seriam realizados os procedimentos somente era repassado para as pacientes no dia do ato para dificultar a ação policial. O médico, de acordo com a delegacia, atuava em três regiões em Brás de Pina e Vila Isabel, na zona Norte, e Campo Grande, na Zona Oeste.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
12:00 - Patrulha da Cidade
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »