Patrulhando a Cidade

Miliciana acusada de integrar quadrilha que assassinou diretor do Hospital da Posse é presa na Baixada

A prisão aconteceu na manhã desta quarta-feira (19), no bairro da Viga, em Nova Iguaçu

Por Marcelo Silva

(Divulgação PCERJ)

A Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis prendeu na manhã desta quarta-feira (19), uma mulher de 36 anos, acusada de fazer parte de uma milícia envolvida na morte do diretor do Hospital da Posse, em março de 2016.

A presa que não teve a identidade revelada é esposa do miliciano Anderson Amaral, que é apontado como o responsável pela morte de Fernando de Oliveira Magalhães, ex-diretor do Hospital da Posse.

De acordo com a Polícia Civil, a miliciana foi capturada após um levantamento de dados de inteligência, no bairro da Viga, em Nova Iguaçu, Baixada Fluminense.

Segundo a DRFA, ela era considerada foragida da justiça pelos crimes de posse ilegal de armas e milícia privada. No ano de 2018,  a miliciana juntamente com seu marido Anderson Amaral, foram presos em flagrante na posse de um arsenal de armas que estavam enterrada no quintal da casa do casal.

A morte do ex-diretor administrativo do Hospital Geral da Posse aconteceu em março de 2016. Fernando Oliveira Magalhães foi executado, no bairro K-11, em Nova Iguaçu.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »