Patrulhando a Cidade

Pandemia e ruas vazias não diminuem número de mortes por intervenção policial

De acordo com o Instituto de Segurança Pública, 177 pessoas morreram por ação de agentes do Estado no mês de abril

Por Amanda Ribeiro

Apesar da quarentena decretada no dia 13 de março, no Rio, 177 pessoas morreram por intervenção de agentes do Estado no mês de abril. Ou seja, quase 6 mortes foram causadas por dia pela polícia. Isso representa um aumento de 43% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a movimentação nas ruas era normal. Os dados são do Instituto de Segurança Pública do Estado do Rio.

Abril de 2020 é o segundo mês com mais óbitos em ações policiais desde o início da série histórica do governo do estado, iniciada em 98. Porta-voz da PM do Rio, coronel Mauro Fliess, aponta como causa do aumento no número de óbitos a ousadia dos criminosos.

Para Silvia Ramos, cientista social e coordenadora do Observatório da Segurança do Rio, as ações policiais estão diretamente ligadas à classe social das vítimas.

O número de mortes em intervenção policial apontado pelo ISP não inclui casos recentes, como a operação no Complexo do Alemão, no dia 15 de maio, que resultou na morte de 12 pessoas. Ou, 3 dias depois, do menino João Pedro, morto durante ação conjunta das policiais civil e federal no Complexo do Salgueiro.

 

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
13 de Julho de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »