Destaques

Polícia Civil interdita cinco empresas de reciclagem e apreende toneladas de materiais furtados

Operação, intitulada "Caminhos do Cobre", tinha como objetivo coibir o comércio clandestino e receptação de materiais metálicos furtados em recicladoras localizadas na Capital e na Baixada Fluminense

Por Diogo Sampaio

Delegados Gustavo Castro, da DRF, e Felipe Curi, da DCPE, em coletiva de imprensa na Cidade da Polícia realizada no fim da tarde desta quarta-feira (07)
(Foto: Diogo Sampaio/Super Rádio Tupi)

A Polícia Civil do Rio realizou, ao longo desta quarta-feira (07), a operação “Caminhos do Cobre”. A ação tinha como objetivo combater o comércio clandestino e a receptação de materiais metálicos, principalmente o cobre, em empresas de reciclagem localizadas na capital na Baixada Fluminense.

Em entrevista coletiva realizada na Cidade da Polícia, em Benfica, no fim da tarde desta quarta, o delegado Felipe Curi, diretor do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), destacou o caráter pioneiro da ação, fruto de meses de investigação.

Segundo o relato do delegado Felipe Curi na coletiva, a cadeia criminosa dos metais furtados tem início com os usuários de drogas, principalmente aqueles em situação de rua, e com os funcionários e ex-funcionários de concessionárias de serviços como telefonia, energia e até de transportes. Essas pessoas furtam ou roubam os materiais como fios de cobre e revendem para os ferros-velhos, que consistem na segunda etapa do caminho.

Após a separação e acúmulo de grandes volumes, os ferros-velhos revendem o material ilícito para grandes empresas do ramo de reciclagem, em meio a outros tipos de produtos. As recicladoras, por sua vez, os transformam em nova matéria-prima a ser revendida a grandes empresas do ramo da metalurgia.

Ao todo, segundo o balanço inicial da operação, oito pessoas foram presas em flagrante e outras 20 foram conduzidas à delegacia. Além disso, toneladas de metais furtados foram apreendidos, cerca de R$ 200 mil em espécie encontrados e cinco grandes empresas da reciclagem interditadas.

Em uma delas, aliás, os agentes descobriram a existência de 20 empresas de menor porte funcionando no local. Estas empresas atuariam também na compra e venda e transformação dos metais ilícitos em matéria prima para a indústria, mas há suspeitas de que elas seriam usadas em um esquema de lavagem de dinheiro, conforme contou o delegado Gustavo Castro, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).

A situação ocorreu na Estrada do Quitungo, em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio. E de acordo com o delegado Gustavo Castro, os agentes precisaram arrombar o portão para ter acesso ao local.

Abaixo, confira imagens da operação “Caminhos do Cobre”:

Veja também vídeos da ação da Polícia Civil:

 

 

 

 

 


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Agosto de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »