Patrulhando a Cidade

Polícia prende miliciano que matou e ocultou corpo de engenheiro a mando da mulher da vítima

As investigações apontam que a esposa planejou o crime para ser beneficiada com o valor do seguro e da indenização da morte do marido, cerca de R$ 200 mil

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução)

Um miliciano foi preso, nesta segunda-feira, por policiais da Delegacia de Descoberta de Paradeiros, na Favela do Sapê, na Taquara, Zona Oeste do Rio. Anderson Nascimento Marinho, conhecido como Thor, é acusado de homicídio e ocultação de cadáver do gerente de uma multinacional petrolífera, o engenheiro Wagner Franco, que foi encontrado morto em fevereiro de 2019, em Rio das Ostras, na Região dos Lagos. De acordo com as investigações, a vítima desapareceu após sair do consultório dentário da mulher, Karina Lepre Franco, na Favela do Terreirão, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste.

As investigações apontam que a esposa planejou o crime para ser beneficiada com o valor do seguro e da indenização da morte do marido, cerca de R$ 200 mil. O miliciano, com quem ela tinha um relacionamento, teria recebido R$ 10 mil para cometer o crime.  Segundo a polícia, ela queria se separar do engenheiro Wagner, o que ele não aceitava. Eles tinham uma filha de 18 anos. Sobre Thor, havia um mandado de prisão temporária expedido pela 4ª Vara Criminal da Capital. O miliciano é acusado de integrar a milícia do Terreirão.

O paradeiro dele foi descoberto após o trabalho do setor de inteligência da DDPA.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
25 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »