Patrulhando a Cidade

Vereador é preso acusado de cobrar propina para evitar impeachment de prefeito

Caso aconteceu em Volta Redonda

Por Isaac Santos

Foto/Reprodução Redes Socais

O Ministério Público do Rio (MPRJ), e a Polícia Civil prenderam em flagrante, neste sábado (07), o vereador Paulo César Lima da Silva (MDB), o Paulinho do Raio-X, do município de Volta Redonda, no Sul Fluminense. O parlamentar foi preso no momento em que receberia R$ 325 mil, supostamente para evitar o impeachment do prefeito da cidade, Samuca Silva.

O MP apura a denúncia de que três vereadores teriam cobrado uma quantia em dinheiro, mais um valor que deveria ser pago mensalmente para impedir a saída do prefeito que foi votado no início de março na Câmara Municipal. Samuca, acompanhado do advogado procurou o Ministério Público e informou que teria conseguido gravar, por meios próprios, a cobrança da propina.

No dia da votação do impeachment, a maioria dos vereadores votou contra a abertura do processo. Após a votação, o vereador ligou para o prefeito e disse que a votação ocorreu como ele havia prometido e que gostaria de marcar um encontro para receber a propina.

As gravações, além de anotações de valores realizadas pelo vereador, entre outras provas coletadas estão sendo analisadas. Paulinho do Raio-X foi prestou depoimento. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de corrupção passiva e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

As investigações prosseguem para esclarecer todas as circunstâncias do caso. O prefeito Samuca Silva e os outros dois vereadores também serão ouvidos.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
05 de Abril de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Bola em Jogo
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »