Brasil

Bolsonaro afirma que não vai interferir em preços para conter alta dos combustíveis

Em conversa com a imprensa e com apoiadores, presidente da República ainda declarou não descartar a possibilidade de privatizar a Petrobras

Por Diogo Sampaio

Paulo Guedes e Bolsonaro
Em conversa com a imprensa e com apoiadores, presidente da República ainda declarou não descartar a possibilidade de privatizar a Petrobras
(Foto: Reprodução)

O presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), garantiu neste domingo (24) que o governo federal não irá interferir na execução da atual política de preços da Petrobras e de nenhum outro setor. Ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, o chefe do Executivo se defendeu das críticas que vem sendo alvo por causa da inflação e do preço dos combustíveis, dizendo que a Petrobras “fica amarrada” aos critérios internacionais.

“Alguns querem que a gente interfira no preço, mas não vamos interferir no preço de nada”, assegurou. “Isto já foi feito no passado e não deu certo”, completou.

Na conversa com a imprensa e com apoiadores, que aconteceu durante a visita de Bolsonaro com Paulo Guedes a uma feira no parque de exposições da Granja do Torto, em Brasília, o presidente da República voltou a abordar a possibilidade de privatizar a Petrobras e contou estar discutindo a possibilidade com o ministro. Vale lembrar, no entanto, que o próprio Guedes já admitiu se tratar de algo “complicado”.

“Não tenho poderes para interferir na Petrobras. Tenho conversado com o Paulo Guedes sobre o que propormos fazer com ela para o futuro. É um monopólio, a legislação a deixa praticamente independente. Eu indico o presidente (da empresa), e nada mais que isto”, afirmou.

Bolsonaro reconheceu ainda o impacto dos sucessivos aumentos dos combustíveis na inflação brasileira, mas assinalou que os preços estão subindo em praticamente todos os países do mundo. Na fala, mandatário mencionou também a proposta de conceder um auxílio a 750 mil caminhoneiros autônomos, em função da alta do diesel.

“Infelizmente, pelo preço do petróleo lá fora e o comportamento do dólar aqui dentro, teremos um novo reajuste do preço dos combustíveis a partir de amanhã (25). Prevendo isto, nós discutimos bastante um auxílio aos caminhoneiros. Sabemos que é pouco, R$ 400 mensais, mas estamos fazendo isto no limite da responsabilidade fiscal”, declarou.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Novembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Cidinha Livre
« Programa Anterior
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »