Conecte-se conosco

Política

Bolsonaro se recusa falar com jornalistas e ironiza: ‘Quando eu falo, eu agrido vocês’

De acordo com estudo da Federação Nacional dos Jornalistas, presidente é responsável por 121 dos 208 casos de agressões à imprensa em 2019

Publicado

em

De acordo com estudo da Federação Nacional dos Jornalistas, presidente é responsável por 121 dos 208 casos de agressões à imprensa em 2019 (Foto: Reprodução)

De acordo com estudo da Federação Nacional dos Jornalistas, presidente é responsável por 121 dos 208 casos de agressões à imprensa em 2019
(Foto: Reprodução)

Na manhã desta quarta-feira, durante saída do Palácio da Alvorada, o presidente da República, Jair Bolsonaro (Sem Partido), se recusou a dar entrevistas. O motivo, segundo ele, é que não queria ser acusado de agredir a imprensa novamente.

“Eu quero falar com vocês, mas a Associação Nacional de Jornalistas diz que, quando eu falo, eu agrido vocês, então, como eu sou uma pessoa da paz, eu não vou dar entrevista”, declarou. Bolsonaro ainda disse que voltaria a falar com imprensa caso um processo fosse retirado, entretanto não especificou qual. Em sua conta oficial no Twitter, ele postou um vídeo com o diálogo travado.

Na última quinta-feira, a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) divulgou estudo que mostrou um crescimento, de 2018 para 2019, nos casos de violência contra  jornalistas e veículos de imprensa. A pesquisa também retratou que, das 208 ocorrências registradas no ano passado, Bolsonaro foi responsável por 121 delas.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.