Brasil

Castro e Ceciliano dizem que Paulo Guedes desistiu de Leiloar Palácio Capanema

Intenção de leiloar o prédio para a iniciativa privada teve péssima repercussão e mobilizou pessoas e associações ligadas à Cultura, à arquitetura e ao patrimônio histórico

Por Marcos Antonio de Jesus

Imagem do Palácio Capanema no Centro do Rio
(Foto: Divulgação / Governo Federal)

O Palácio Capanema, no centro do Rio de Janeiro, não deve mais ser incluído no “feirão” de imóveis que o ministro da Economia, Paulo Guedes, vai promover, de acordo com autoridades do Rio de Janeiro. O governador Cláudio Castro e o presidente da Assembleia Legislativa, André Ceciliano (PT), disseram, nesta quarta-feira, que o governo federal teria desistido da ideia.

A intenção de leiloar o prédio para a iniciativa privada teve péssima repercussão e mobilizou pessoas e associações ligadas à Cultura, à arquitetura e ao patrimônio histórico. Cláudio Castro e André Ceciliano se reuniram com representantes dos setores para discutir a possibilidade de comprar o palácio, dividindo os gastos pela metade.

A proposta partiu do petista, que considerou um descaso de Paulo Guedes com um dos edifícios mais importantes da ex-capital federal. Símbolo da arquitetura moderna brasileira, o Palácio Capanema já foi sede dos ministérios da Educação e da Saúde. Assinaram o projeto do prédio de 16 andares os arquitetos Oscar Niemeyer e Lúcio Costa, entre outros. Os jardins suspensos foram planejados por Burle Marx e os azulejos da fachada são de Cândido Portinari.

O governo federal não se pronunciou oficialmente.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »