Política

Crianças são alvos de preconceito religioso em comemoração do Dia de São Cosme e São Damião

CPI da Intolerância Religiosa da Alerj recebeu denúncias da atuação de grupos ‘Combatentes da Idolatria’

Por Redação Tupi

Deputado Átila Nunes
Crianças são alvos de preconceito religioso durante comemoração do Dia de São Cosme e São Damião (Foto: Divulgação)

Um dia após as comemorações de São Cosme e São Damião, comemorado nesta segunda-feira (27), a CPI da Assembleia Legislativa do Rio recebeu denúncias da existência de uma campanha desencadeada por fanáticos religiosos contra a festa. Segundo o relator da CPI, deputado Átila Nunes (MDB), em alguns bairro do Rio, ocupantes de um abordaram crianças nas ruas tentando convencê-las a trocarem os saquinhos de doces com imagem dos Santos Cosme e Damião por saquinhos sem qualquer imagem.

“Um absurdo sem tamanho o que aconteceu. Isso precisa ser investigado. Essas pessoas alegam que “a idolatria é condenada por Deus e todos aqueles que as realizam atraem maldição para si e para os seus descendentes, já que influências malignas que ronda o fim do mês de setembro. Os grupos organizados de fanáticos percorrem as ruas dos subúrbios do Rio e se autodenominam ‘Combatentes da Idolatria’. Locomovem-se em automóveis abordando as crianças, dizendo-lhes que os doces que carregam continuarão ‘endemoniados’, caso os invólucros não sejam trocados. As testemunhas contaram que quase todos os carros têm afixados um símbolo com a palavra fé, envolta num escudo atravessado por uma espada”, disse o parlamentar.

O deputado salientou que os grupos não usam de violência na abordagem, o que dificulta o registro na Polícia, mas o assédio despertou temor nas crianças, que acabaram cedendo e trocando os saquinhos de doces com imagens dos santos pelos outros. “Esses preconceituosos ignoram o Evangelho de Mateus: O que contamina o homem não é o que entra na boca, mas o que sai da boca, isso é o que contamina o homem”, continua.

“Na CPI, estamos atentos e apurando todos esses casos de intolerância religiosa no Estado. Precisamos de mais políticas públicas específicas para combater esse tipo de preconceito”, finaliza.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Outubro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »