Política

Lula afirma que Brasil precisa seguir exemplo do Chile e ir para as ruas: ‘Vamos fazer muita luta’

"Freixo, Haddad, Boulos, PCdoB e que a gente esteja na rua e sobretudo com a juventude", conclamou o ex-presidente

Por Redação Tupi

“Freixo, Haddad, Boulos, PCdoB e que a gente esteja na rua e sobretudo com a juventude”, conclamou o ex-presidente
(Foto: Reprodução)

Na última sexta-feira, o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) deixou a sede da Superintendência da Polícia Federal (PF), localizada em Curitiba, onde permaneceu preso por 580 dias. Agora em liberdade, o petista discursou na tarde deste sábado para uma multidão de militantes, apoiadores e correligionários na frente do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

Em seu discurso, o líder petista afirmou que o Brasil precisa se inspirar nos movimentos que acontecem no Chile e ir para às ruas. Ao lado de vários nomes da esquerda brasileira, como os ex-candidatos à Presidência Fernando Haddad (PT) e Guilherme Boulos (PSOL), da presidente do Partido dos Trabalhadores Gleisi Hoffmann e do deputado federal Marcelo Freixo (PSOL), Lula declarou: “Nós vamos fazer muita luta. E não é um dia de luta, passar três meses e depois voltar não. É todo dia. Freixo, Haddad, Boulos, PCdoB e que a gente esteja na rua e sobretudo com a juventude”.

De acordo com o ex-presidente, a vida do cidadão comum só piorou desde que Jair Bolsonaro (PSL) e seu grupo assumiu a Presidência da República. “O povo ficou mais pobre, o povo tem menos saúde, o povo tem menos carro, o povo tem menos emprego. Não tem ninguém que conserte este país se vocês não quiserem que conserte. Não adianta ficar com medo com as ameaças que eles fazem na televisão de que vai ter miliciano, que vai ter AI5”, disparou.

“O cidadão foi eleito, ele foi eleito, democraticamente e nós respeitamos o resultado da eleição. Ele tem mais 3 anos. Mas ele foi eleito para governar para o povo brasileiro e não para os milicianos do Rio de Janeiro. Ele não foi eleito para atrapalhar as investigações do caso Marielle. Ele tem que explicar onde está o Queiroz. Ele tem que explicar onde ele construiu o patrimônio de 17 casas”, disse Lula.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Fevereiro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show de Bola
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »