Política

MPF vê indícios de participação de Witzel em fraudes

Confira documento oficial do órgão sobre o caso

Por Redação Tupi

(Foto: Eliane Carvalho / Divulgação)

O Ministério Público Federal afirmou que há “indícios de participação ativa do governador do estado [Wilson Witzel] quanto ao conhecimento e ao comando das contratações realizadas com as empresas hora investigadas”. Na manhã desta terça-feira, a Operação Placebo foi realizada com autorização do ministro do STJ Benedito Gonçalves.

“Mesmo sem ter assinado diretamente os documentos, vez que sempre divulgou todas as medidas em sua conta no Twitter”, ressalva a decisão, em referência a Wilson Witzel. Em outro trecho, o Ministério Público estadual e a Procuradoria do MPF no estado “confirmam a existência de fraudes e o provável envolvimento da cúpula do Poder Executivo fluminense”.

Segundo as investigações, a operação mira contratos de R$ 835 milhões do governo do Rio com a Iabas, organização social contratada sem licitação para gerir hospitais de campanha no estado para tratar pacientes com a Covid-19.

A ação conduzida pelos órgãos públicos revelam que há indícios de crimes previstos na Lei de Licitações, peculato, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Divulgação
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
23 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
03:00 - Show do Mário Belisário
11:00 - Programa Francisco Barbosa
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
08:00 - Programa Roberto Canazio
06:00 - Fala Garotinho
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »