Política

PDT suspende Tabata Amaral e outros sete deputados

A decisão foi tomada em conjunto pela Executiva nacional da sigla, na manhã desta quarta, durante encontro em Brasília

Por Redação Tupi

A decisão foi tomada em conjunto pela Executiva nacional da sigla, na manhã desta quarta, durante encontro em Brasília
(Foto: Reprodução)

O presidente do PDT, Carlos Lupi, anunciou, nesta quanta-feira, a suspensão da deputada federal Tabata Amaral e de mais outros sete parlamentares da sigla que desobedeceram a orientação do partido e votaram favoravelmente a reforma da Previdência. A decisão foi tomada em conjunto pela Executiva nacional do PDT, que esteve reunida na manhã desta quarta em Brasília.

Durante o encontro, teve início o debate acerca da instauração dos processos disciplinares contra os oito congressistas, que tem previsão de durar em torno de 45 a 60 dias. Durante esse período, os envolvidos poderão apresentar suas defesas e, ao final, a direção decidirá pela expulsão ou não destes.

De acordo com Lupi, a suspensão decidida nesta quarta-feira impede que os oito dissidentes “falem em nome” do partido: “Os oito parlamentares estão com as suas atividades partidárias e de representação na Câmara suspensas. Nenhum desses oito pode falar em nome do partido, ter função em nome do partido ou participar da direção do partido até a decisão final do diretório nacional”.

Além de Tabata Amaral, estão sendo julgados pela direção do PDT os deputados Alex Santana da Bahia, Flávio Nogueira do Piauí, Gil Cutrim do Maranhão, Jesus Sérgio do Acre, Marlon Santos do Rio Grande do Sul, Silvia Cristina de Rondônia e Subtenente Gonzaga de Minas Gerais.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
03 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Heleno Rotay
« Programa Anterior
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »