Educação

Alerj aprova PL que proíbe plataformas de ensino online de usar dados pessoais de usuários

Medida será encaminhada ao governador Wilson Witzel, que terá até 15 dias úteis para sancioná-la ou vetá-la

Por Redação Tupi

(Foto: Reprodução / MCTIC)

 

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou o projeto de lei que proíbe plataformas de ensino à distância de usarem dados pessoais de usuários para fins comerciais, nesta quarta-feira (15). A PL ainda irá para o governador Wilson Witzel, que pode sancioná-la ou vetá-la. O governador tem o prazo de 15 dias para tomar uma decisão.

 

Segundo a Alerj, a proibição se aplica as plataformas virtuais de ensino à distância das instituições públicas ou privadas, do ensino  infantil, ensino fundamental, ensino médio ou universidades. Caso haja parceria com empresa privada, fica proibida a coleta e uso de dados pessoais, sensíveis e metadados para fins comerciais, independente da natureza da empresa.

O Programa Educação Aberta mostrou que 65% das secretarias estaduais e de universidades públicas estão adotando sistemas de empresas privadas.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Clóvis Monteiro
« Programa Anterior
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »