Política

Após funcionários serem presos por extorsão, presidente do Ipem é exonerado

 A prisão de oito fiscais da autarquia foi o estopim da demissão.

Por Marcos Antonio de Jesus

O engenheiro Luís Machado dos Santos teve a exoneração do cargo de presidente do Instituto de Pesos e Medidas publicada, nesta segunda-feira, no Diário Oficial do Estado. A saída dele ocorreu pouco mais de dois meses de assumir o cargo.  A prisão de oito fiscais da autarquia foi o estopim da demissão. De acordo com a Polícia Civil, os servidores, sendo dois de carreira e seis comissionados, eram investigados por se passarem por policiais civis para extorquir dinheiro de empresários e comerciantes na Baixada Fluminense.

Entre os presos, está Fábio Mathias Bullos, então chefe de gabinete de Luís Machado no Ipem, que também foi exonerado nesta segunda-feira do instituto. Luís Machado havia assumido o instituto no lugar do ex-deputado federal Alexandre Valle, que estava no comando da autarquia desde agosto de 2019 e pediu exoneração para se dedicar às eleições municipais. Ele é pré-candidato a prefeito de Itaguaí.

Comentários

enquete

Dia das mães vai ser comemorado nesse domingo. Já comprou o presente?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »