Rio

Apreensões de armas resultaram em prejuízo de mais de R$ 23 milhões para criminosos em 2019 no RJ

Mais de 82 mil armas foram retiradas de circulação pelas polícias estaduais na última década

Por Luiz Walcyr

(Foto: Reprodução)

No ano de 2019, mais de 8.400 armas foram retiradas das mãos de criminoso em todo o estado do Rio. No acumulado da década, mais de 82 mil armas de fogo foram apreendidas, o que significa, aproximadamente, uma arma a cada hora. Os dados foram divulgados, na manhã desta segunda-feira (21), pelo Instituto de Segurança Pública.

As apreensões resultaram em prejuízo de mais de R$ 23 milhões para criminosos no ano de 2019. Fuzis e pistolas figuraram na lista das quatro armas mais encontradas nas mãos dos criminosos. Das 8.423 apreendidas no ano passado, 3.784 eram pistolas, com cerca de 44,9%, e 550, fuzis (6,5%), o maior número deste tipo de armamento desde 2007.

Confira a lista dos armamentos mais apreendidos em 2019:

Pistola 3.784
Revólver 2.878
Espingarda 729
Fuzil 550
Arma de fabricação caseira 169
Garrucha 128
Carabina 89
Submetralhadoras 21
Metralhadora 18
Garruchão 11
Outros 46

“Essa análise mostra que as organizações criminosas estão, cada vez mais, se especializando e adquirindo equipamentos poderosos para exercerem controle de territórios. A produção desses dados também pode auxiliar o trabalho das polícias militar e civil, no sentido de que agora eles terão ainda mais informações sobre o tipo de armamento usado em todas as regiões do Rio de Janeiro”, disse a diretora-presidente do ISP, Marcela Ortiz.

Dinâmica da apreensão
A análise dos dados permitiu ainda a identificação das circunstâncias em que as apreensões ocorreram. A morte por intervenção de agente do Estado foi o contexto que mais gerou registros de ocorrência sobre embargo de armas de fogo (20,4%) em 2019. Entre os armamentos apreendidos, 1.181 eram pistolas e 256, fuzis (46,5% do total de fuzis apreendidos no estado). Isso significa que, aproximadamente, um terço das pistolas e metade dos fuzis retirados de circulação estava relacionado à morte por intervenção de agente do Estado.

Distribuição no estado
Na análise da distribuição espacial, foram escolhidas os quatro tipos de armas mais apreendidas em todo o estado em 2019 (pistola, revólver, espingarda e fuzil). O maior número de arrestos aconteceu no interior (3.202 ou 38% do total), onde se destaca a retirada de circulação de revólveres (1.360 ou 47,2% do total do estado) e espingardas (550 ou 75,4%). Na capital, os fuzis e pistolas foram os mais encontrados, com 338 e 1.378 apreensões, respectivamente.

Os municípios do Rio de Janeiro, São Gonçalo, Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Niterói, Nova Iguaçu, Belford Roxo, Volta Redonda, São João de Meriti e Angra dos Reis formam a lista das dez localidades onde ocorreram mais confiscos de armamentos. Ao todo, foram apreendidas 5.349 armas nesses municípios (63,5% do total do estado).

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
28 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Na Companhia Do Garcia
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
04:00 - Show do Mário Belisário
06:00 - Show do Antônio Carlos
08:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Isabele Benito
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »