Conecte-se conosco

Rio

Copa do Mundo representa incremento de 20% no faturamento de bares e restaurantes de Niterói e São Gonçalo

Além das festas de final de ano e os jogos, a pesquisa indicou a dificuldade do setor em vencer a inflação e o endividamento

Publicado

em

Copa do Mundo representa incremento de 20% no faturamento de bares e restaurantes de Niterói e São Gonçalo
Copa do Mundo representa incremento de 20% no faturamento de bares e restaurantes de Niterói e São Gonçalo

A Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no RJ (Abrasel RJ) divulgou dados do setor em todo o Estado durante o mês de outubro. A Copa do Mundo promete movimentar os estabelecimentos e os empresários do setor já estão preparados para esse incremento nas vendas. A pesquisa mostrou que 45% dos estabelecimentos vão exibir os jogos da Copa, 21% terão ambientação com tema da Copa e 17% pretendem fazer eventos para esses dias.

Sandro Pietrobelli, presidente Abrasel Leste Fluminense, que compreende cidades como Niterói, São Gonçalo e Região dos Lagos, aposta que com a Copa do Mundo e as festas de fim de ano, a expectativa é de que haja crescimento de até 20% no faturamento do setor.

“O futebol é uma paixão do brasileiro e reunir amigos em um restaurante ou bar é uma cultura da região. Por conta disso temos esse otimismo para aumento no movimento. Que os amigos possam confraternizar assistindo os jogos do Brasil juntos, apreciando uma boa gastronomia e bons petiscos. É uma maneira de curtir esse momento especial  e os estabelecimentos da região que atendemos estão preparados para esse movimento”, explicou.

Entre as ações para aumentar as vendas estão investimentos em brindes e camisetas que abocanham uma fatia de 97% dos entrevistados, 36% apostam em produtos com preços especiais e 28% vão fazer ações especiais para delivery.

Além das festas de final de ano e os jogos, a pesquisa indicou a dificuldade do setor em vencer a inflação e o endividamento. Os dados mostram que 61% dos bares e restaurantes do Estado ainda não conseguiram realizar ajustes de preços de acordo com o crescimento da inflação. Destes, 30% fizeram aumentos abaixo da média nos últimos 12 meses e 33% não conseguiram realizar nenhum ajuste. Somente 8% disseram ter conseguido aumentar o cardápio acima do índice oficial.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.