Política

Defesa de Witzel diz que decisão de afastamento é ‘monocrática e que tomará ‘medidas cabíveis’

Chefe do executivo estadual foi afastado por decisão do STJ após denúncias de irregularidades na Saúde

Por Redação Tupi

Wilson Witzel (Foto: Reprodução)

A defesa do governador Wilson WItzel (PSC-RJ) afirmou que foi uma “grande surpresa” o afastamento do chefe do executivo estadual e que tomará as “medidas cabíveis”.

“A defesa do governador Wilson Witzel recebe com grande surpresa a decisão de afastamento do cargo, tomada de forma monocrática e com tamanha gravidade. Os advogados aguardam o acesso ao conteúdo da decisão para tomar as medidas cabíveis.”

O afastamento de Witzel foi uma decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) por denúncias de irregularidades na Saúde.

O STJ também expediu mandados de prisão contra Pastor Everaldo, presidente nacional do PSC, que já está preso, e Lucas Tristão, ex-secretário de Desenvolvimento Econômico.

No total, são 17 mandados de prisão, sendo 6 preventivas e 11 temporárias, e 72 de busca e apreensão expedidos pelo STJ. Além de Everaldo, o médico e ex-prefeito de Volta Redonda, no Sul Fluminense, Sebastião Gothardo Netto, também foi preso.

A operação é um desdobramento da Operação Placebo, deflagrada em maio, e da delação premiada de Edmar Santos, ex-secretário de Saúde.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
26 de Setembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »