Conecte-se conosco

Rio

Dia Internacional da Música: sonhos dão ritmo aos alunos da Escola Villa Lobos e da Biblioteca Parque de Manguinhos

Há vagas para diversos cursos de música gratuitos em equipamentos do Governo do Estado, como bateria, flauta, violino, violão e outros

Publicado

em

Foto:Divulgação/ Governo do Estado

A rotina de Michelly Gondim, 19 anos, começa às 6h, quando sai de Maricá rumo ao Centro do Rio para estudar na Escola de Música Villa Lobos, pertencente à Funarj, do governo do estado, e só termina por volta da meia-noite, quando retorna para casa. Desde que tinha 13 anos ela faz este trajeto que, embora cansativo, enche a jovem de alegria e esperança de seguir carreira como cantora. E, embora o Dia Internacional da Música seja comemorado neste sábado (01), para ela todos os dias é de celebração e com direito a trilha sonora.

  • A todo momento eu me pego cantando, muitas vezes eu até falo cantando, é natural. A música é tudo para mim, meu maior sonho é levar minha arte para as pessoas. Descobri que cantava em uma feira na escola, com 13 anos. Todos me diziam que minha voz era muito bonita e aí eu comecei a ver que realmente cantava. Aí comecei a estudar música. No início cantar era só um hobby, mas quando eu subi no palco pela primeira vez eu senti que queria ser cantora, era o que eu queria fazer para a vida toda – relata Michelly.

Para o cantor e professor de música Fernando Ribeiro de Almeida, 23 anos, que leciona na Escola Villa Lobos, a música é a coisa mais importante de sua vida

  • A música é tudo para mim. Tudo na minha vida gira em torno da música, é uma relação muito forte. Música é emoção e um refúgio fundamental, principalmente neste período de pandemia e pós- pandemia. A música tem o poder de tocar as pessoas de diferentes formas.

Nas aulas de música oferecidas pela Secretaria de Estado de Cultura, na Biblioteca Parque de Manguinhos, Zona Norte do Rio, 115 alunos se aventuram nas notas musicais e já arriscam algum som. No local, há aulas de violão, bateria, flauta doce, violoncelo, contrabaixo e violino para todas as idades.

Aluno dedicado, Emanuel da Silva Pereira, 13 anos, mesmo com poucos meses de aula, já impressiona os professores. Com a baqueta nas mãos, ele mostra que tem ritmo e compasso ao se empolgar na bateria.

  • Desde pequeno eu sempre via meu primo mais velho tocando bateria e acabei me interessando. Eu passei a observar os bateristas na igreja e quando acabava o culto eu pedia para tocar. Em casa, eu pegava as panelas da minha mãe e fazia a minha própria bateria. Cansada de ter as panelas amassadas, ela resolveu comprar uma bateria de verdade para mim. Meu maior sonho é ser um músico da Marinha e conseguir dar uma vida melhor para os meus pais – diz o garoto.

Bruno da Silva Moreira, 35 anos, músico e professor de bateria de Emanuel, fala da importância da música, principalmente para crianças e jovens, e do papel social que ela exerce.

  • A música proporciona inclusão, ainda mais em áreas de comunidade. Ela afasta essas crianças da possibilidade de seguir por um caminho errado e enveredar para o crime. Como professor, sei que tenho uma grande responsabilidade nas mãos – afirma o profissional.

O aluno virou professor

A música entrou na vida de Fernando quando ele era ainda uma criança, aos 8 anos. Foram dois anos estudando violino até que descobriu o amor pelo canto. O aluno que ainda menino despertou a atenção dos professores da Escola de Música Villa Lobos pelo talento, hoje, aos 23 anos, entra na sala de aula para lecionar.

  • O canto estava em mim e isso acabou sendo mais forte, meus olhos brilhavam com a possibilidade de cantar. Aos 17 anos entrei na faculdade de música e hoje eu sou professor na escola onde me formei. É a realização de um sonho, eu sempre quis isso, era uma meta – conta.

A vivência como estudante da Escola de Música Villa Lobos antes de dar aulas na instituição fez com que Fernando se sentisse mais próximo de seus alunos.

  • Como fui aluno da Villa Lobos, acho que isso cria uma ponte com os meus alunos porque mostro para eles que eu sei o que estão passando, as dificuldades que eles vão enfrentar pelo caminho. Mas, sempre deixo claro para eles que vai dar certo e eles vão conseguir, que é possível ter um futuro na música – enfatiza.

SERVIÇO
Há vagas para diversos cursos de música gratuitos em equipamentos do governo do estado, como bateria, flauta, violino, violão e outros. Veja abaixo.

Vagas para aulas de música na Biblioteca Parque de Manguinhos
Inscrições: segunda à sexta-feira, de 10h às 17h
Local: Av. Dom Hélder Câmara 1184- Benfica

Violão (sem limites de vagas)
Quarta-feira: 15h às 17h
Faixa etária: livre

Bateria (sem limites de vagas)
Quarta-feira, 13h às 15h
Faixa etária: livre

Flauta doce/ violoncelo/ contrabaixo/ violino/ violão (20 vagas)
Terça e quinta, 14h às 18h
Faixa etária: 6 a 18 anos

Vagas para aulas na Escola de Música Villa Lobos
Curso técnico e de Formação Infantil- Edital em dezembro

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.