Rio

Ex-chefe da Casa Civil acusa Marcelo Crivella de ter realizado obras clandestinas

O vereador Paulo Messina rompeu com a atual gestão da Prefeitura no mês passado

Por Redação Tupi

O ex-chefe da Casa Civil vereador Paulo Messina (PRTB) acusou o prefeito Marcelo Crivella de realizar obras clandestinas, sem licitações, tampouco fiscalização. Mês passado, ele rompeu com o prefeito e atual gestão da Prefeitura do Rio.

Messina fez as acusações em um vídeo publicado no Facebook, nesta quinta-feira. Na postagem, ele afirma que diversas construções cujos custos foram, supostamente, arcados pelo município, ainda estão em andamento, apesar de não seguirem as burocracias legais.

O vereador disse que a denúncia veio de servidores da Geo-Rio, e as obras seriam por diversos bairros e favelas.

“Se essas obras não existem no papel, não têm contrato. Se não têm registro no CREA (Conselho Federal de Engenharia e Agronomia), não têm engenheiro responsável pela obra. Não tem ART, que é o atestato de responsabilidade técnica. Não tem sequer a fiscalização dos órgãos da prefeitura para ver se a obra está respeitando o projeto. Sabe o caso da Muzema? Pois é. Nesta situação de agora é o próprio poder público que está fazendo obras clandestinas. Esse mecanismo escancara uma porta para a corrupção”, disse Messina no vídeo.

Depois, ele mostrou a planilha que teria recebido dos funcionários, com uma série de processos fantasmas; entre eles, da Avenida Niemeyer, um caso problemático da cidade.

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Radar Tupi
« Programa Anterior
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »