Rio

Família acusa maternidade de negligência médica, após bebê nascer morto

Mãe passou por horas em trabalho de parto, criança teve uma parada cardíaca e não resistiu

Por Redação Tupi

Foto: Isaac Santos / Rádio Tupi

A jovem Juliene Soares do Santos, de 27 anos, recebeu alta da Maternidade Carmela Dutra, no Méier, na Zona Norte do Rio, após passar horas tentando dar à luz a filha, Manuela. A bebê morreu durante complicações no parto, durante da madrugada de terça-feira. A família acusa a equipe médica do hospital de negligência médica.

De acordo com parentes, Juliene deu entrada na unidade na manhã da última segunda-feira e até o período da noite os médicos tentaram induzir um parto normal, apesar do tamanho do bebê, que pesava mais de 4 kg. Já na madrugada de terça, por volta das 4h, os profissionais realizaram uma cesária e constataram que a criança já tinha complicações e infecção avançada. O recém-nascido teve uma parada cardíaca. Ainda segundo os familiares, a pequena Manuela teve apenas 30 minutos de vida.

O pai da bebê, Leandro Marinho, diz que pretende processar a Prefeitura do Rio de Janeiro por negligência médica e espera que outras famílias não passem pelo mesmo sofrimento.

A tia da criança contou como foi todo o procedimento e afirmou que foi erro dos médicos.

Por meio de nota, a direção Maternidade Carmela Dutra afirmou que apura as circunstâncias da morte e que está à disposição da família para prestar esclarecimentos. Os pais de Manuela tentam conseguir ajuda por meio da defensoria pública, para arcar com os custos do enterro do corpo do bebê, que deve acontecer no cemitério do Catumbi, mas ainda sem horário definido.

Comentários
enquete

Quem vive em cidade pequena tem mais qualidade de vida?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »