Região Metropolitana

Família acusa PM de matar frentista em São Gonçalo

'Foi um tiro único e fatal', diz a filha de Arilson Santiago, de 21 anos

Por Lucas Araújo

(Foto: Lucas Araújo / Super Rádio Tupi)

Familiares do frentista Arilson Santiago, de 21 anos, acusam a Polícia Militar de ter matado o jovem. Ele morreu na manhã deste domingo (28), após ser atingido por um tiro de bala perdida durante um confronto entre policiais e traficantes, na comunidade Palha Seca. Aristides Pinto, pai de Arilson, diz que o filho tinha o sonho de ser jogador de futebol.

“Meu filho era um cara bom! Ele era boleiro, tinha o sonho de ser jogador, mas como a idade dele estourou, nós não conseguimos. A filha dele está pra nascer, estava preparando a casinha dele, mas não deu. Não teve troca de tiros, só um policial que atirou, pegou e matou o meu filho”, disse Aristides Pinto, pai de Arilson.

Revoltados, moradores fizeram uma manifestação na RJ-106 e fecharam a via em protesto à morte do frentista, que se preparava para o nascimento do primeiro filho daqui há dois meses. A Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo investiga o caso.

Comentários
enquete

Quem você acha que o Caio vai votar hoje no BBB 21?

Carregando ... Carregando ...


AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
11 de Abril de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »