Política

Gilmar Mendes concede liberdade a empresários suspeitos de desviar R$ 52 milhões da Saúde

Miguel Iskin e Gustavo Estellita foram presos na Operação SOS

Por Redação Tupi

(Foto: Nelson Jr./SCO/STF)

Nesta quinta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar dois presos na Operação SOS, que investiga o desvio de R$ 52 milhões na Secretaria de Saúde do Rio.

Presos desde de agosto de 2018, os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita são acusados por fraude em licitação e formação de cartel no fornecimento de material hospitalar. Iskin era sócio da empresa Oscar Iskin & Cia LTDA e Sheriff Serviços e Participações; já Estellita era o operador financeiro.

Para manter a liberdade, eles não podem manter contato com outros denunciados e deverão comparecer periodicamente em juízo.

Comentários
enquete

Os homens devem experimentar ser 'donos de casa' para ver o trabalho que dá?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Apolinho
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »