Política

Gilmar Mendes concede liberdade a empresários suspeitos de desviar R$ 52 milhões da Saúde

Miguel Iskin e Gustavo Estellita foram presos na Operação SOS

Por Redação Tupi

(Foto: Nelson Jr./SCO/STF)

Nesta quinta-feira, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes mandou soltar dois presos na Operação SOS, que investiga o desvio de R$ 52 milhões na Secretaria de Saúde do Rio.

Presos desde de agosto de 2018, os empresários Miguel Iskin e Gustavo Estellita são acusados por fraude em licitação e formação de cartel no fornecimento de material hospitalar. Iskin era sócio da empresa Oscar Iskin & Cia LTDA e Sheriff Serviços e Participações; já Estellita era o operador financeiro.

Para manter a liberdade, eles não podem manter contato com outros denunciados e deverão comparecer periodicamente em juízo.

Comentários
enquete

Você concorda com as medidas restritivas impostas no Rio?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
04 de Março de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »