Política

Governador em exercício participa de inauguração do Memorial do Holocausto

Espaço, que homenageia os 6 milhões de judeus assassinados na Segunda Guerra Mundial e todas as outras vítimas do regime nazista, terá uma exposição de longa duração e exposições temporárias, que serão abertas no ano que vem

Por Redação Tupi

(Foto: Rafael Campos/ Divulgação: Governo do Estado)

O governador em exercício, Cláudio Castro, participou, na manhã deste domingo (13), da inauguração do Monumento em Memória às Vítimas do Holocausto, no Parque Yitzhak Rabin, no Morro do Pasmado, em Botafogo. O espaço, que homenageia os 6 milhões de judeus assassinados na Segunda Guerra Mundial e todas as outras vítimas do regime nazista, terá uma exposição de longa duração e exposições temporárias, que serão abertas no ano que vem.

O idealizador do Memorial foi o então vereador Gerson Bergher, já falecido, e que foi homenageado durante o evento.

“A inauguração deste monumento passa uma importante mensagem de respeito, amor, e tolerância, que é fundamental para a sociedade atual. Este discurso de polarização que é visto no mundo inteiro, principalmente na internet, gera ódio. E a história mostra onde isto pode chegar. Temos que recuperar a capacidade do diálogo”, afirmou Cláudio Castro, antes de destacar que o espaço vai receber estudantes da rede pública para aulas de História.

A celebração foi iniciada com uma oração realizada pelo rabino Sergio Margules e respeitou um minuto de silêncio em memória ao banqueiro recém-falecido Joseph Safra, um dos patronos do memorial, assim como o presidente da Multiplan, José Isaac Peres, que esteve presente e discursou, e o presidente da Cyrela, Elie Horn, que participou através de videoconferência. O monumento é uma parceria entre a prefeitura da cidade do Rio de Janeiro com a iniciativa privada.

(Foto: Rafael Campos/ Divulgação: Governo do Estado)

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, participou da cerimônia e destacou a Constituição Brasileira, que garante a todos o direito à vida.

“O maior perigo da humanidade é a indiferença. Não lembrar do holocausto é matar todas as pessoas novamente”, afirmou Fux.

O secretário especial de comunicação da presidência, Fábio Wajngarten, representou o presidente Jair Bolsonaro no evento, que contou com a participação do embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley.

“Fiz questão de trazer a minha filha, pois não podemos esquecer das atrocidades da Alemanha nazista – afirmou Wajngarten, na mesma linha do embaixador. – O tempo passa e muitos podem esquecer o que foi o holocausto”,  disse Shelley.

 

O presidente da Associação Cultural Memorial do Holocausto, Alberto Klein, ressaltou:

“O memorial não é só para o povo judeu, e sim para toda a sociedade.”

 

 

O prefeito Marcelo Crivella finalizou o evento.

“Aqui se construirá no coração de cada visitante um sentimento de repúdio à violência e à covardia e também um altar para celebrar a vitória sobre o holocausto, o triunfo dos homens livres”, declarou Crivella.

Comentários

enquete

Quem vai levar a melhor no Cariocão?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
10 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »