Rio

Governo do Estado apresenta projeto de requalificação urbanística da Mangueira

Com investimento de R$ 500 milhões, iniciativa prevê a construção de dois planos inclinados, escola e boulevard cultural

Por Redação Tupi

projeto de requalificação urbanística
Governo do Estado apresenta projeto de requalificação urbanística da Mangueira (Foto: Glauber Carvalho/ Divulgação)

O Governo do Estado apresentou nesta sexta-feira (17), em audiência pública, o projeto de requalificação urbanística do Complexo da Mangueira, na Zona Norte do Rio. Orçada em R$500 milhões, a iniciativa atende a demandas antigas dos moradores e inclui melhorias nas áreas de infraestrutura, acessibilidade e mobilidade urbana.

O projeto prevê a construção de dois planos inclinados, que ligarão as ruas Visconde de Niterói e São Luiz Gonzaga até o ponto mais alto da comunidade, permitindo uma ligação de qualidade entre os modais ferroviário e rodoviário. Estão incluídas também a abertura de ruas, construção de cerca de 400 unidades habitacionais, além de praças, escola de Ensino Médio, biblioteca parque e três creches.

Executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura e Obras e com recursos do leilão da Cedae, o pacote de obras inclui a criação de um boulevard cultural, com reverência a grandes nomes da Mangueira, como Cartola e Nelson Sargento. “Vamos levar mais qualidade de vida para os moradores e trabalhar para reforçar a importância da comunidade por meio da homenagem a seus baluartes, como Cartola e Nelson Sargento. Além de dar condições de vida digna ao povo da Mangueira, vamos atrair mais turistas para a comunidade, fazendo a roda da economia girar e criando novos empregos. Estamos aqui nos comprometendo a realizar essas melhorias, sempre em sintonia com os moradores”, afirmou o governador Cláudio Castro.

Segundo o secretário de Estado de Infraestrutura e Obras (Seinfra), Max Lemos, a proposta da audiência pública foi mostrar as intervenções previstas e ouvir as considerações dos moradores sobre o projeto. “A participação da comunidade na audiência pública é essencial para a construção de um projeto que atenda às demandas atuais e possa garantir a melhoria da qualidade de vida da população. Já estamos com o projeto planilhado e orçado, mas antes de fazer a licitação precisávamos ouvir os anseios da comunidade com toda a transparência possível”, destacou Lemos.

 

Obras aguardadas há anos

Para o presidente da Associação de Moradores do Complexo da Mangueira, Edivaldo Vicente Gomes Junior, o Junior Mangueira, as obras são aguardadas pela comunidade há anos. Ele lembrou que as últimas intervenções aconteceram em 1994. “Esse é um momento de grande alegria para a comunidade, porque estamos há muitos anos sem melhorias. Os moradores estão precisando de obras que levem saneamento básico, urbanização e áreas de lazer”, explicou Júnior Mangueira.

As palavras do presidente da Associação de Moradores são replicadas por Josy Rodrigues, de 38 anos, que nasceu e passou toda a vida na comunidade. Para ela, falta investimento nas comunidades e a visibilidade que a escola de samba possui não chegou a comover os antigos governantes a fazer melhorias na região. Josy está confiante que esse é um novo momento para os moradores. “Muito bom ver o governador aqui se comprometendo em trazer as melhorias que esperamos há muitos anos. Agora temos confiança de que nosso sonho se tornará realidade e poderemos nos orgulhar não apenas da escola de samba”, , concluiu Josy.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Nenhuma programação disponível
« Programa Anterior
21:00 - Botequim do Mister
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »