Política

 Justiça proíbe volta às aulas em escolas particulares de Niterói

Prefeito deve se abster de expedir qualquer ato que promova o retorno às atividades

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto: Reprodução/Agência Brasil)

A Justiça do Rio decidiu suspender o decreto da Prefeitura de Niterói que autoriza a volta às aulas para alunos do Ensino Médio da rede privada, no município da Região Metropolitana, a partir da próxima segunda-feira. A determinação é resultado de uma ação movida pela Defensoria Pública do Rio.

O documento ainda determina uma multa diária no valor de R$ 10 mil à Prefeitura, em caso de descumprimento. Segundo a coordenadora de saúde e tutela coletiva da Defensoria Pública do Rio, Thaísa Guerreiro, não houve um contexto seguro para o retorno das aulas.

Segundo a liminar, o prefeito deve se abster de expedir qualquer ato que promova o retorno às atividades, ainda que de maneira facultativa, antes que o município alcance o nível de alerta amarelo 1. Niterói está no estágio amarelo nível 2. Na decisão, a juíza Mirella Correia de Miranda argumenta que os pais e responsáveis dos menores matriculados certamente não estão satisfeitos com a possibilidade de verem os filhos servirem de “cobaias” para um projeto que não apresenta segurança concreta diante de um quadro de pandemia global.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
24 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »