Jornalismo

Justiça retira dos autos prisão domiciliar de músico

No horário em que o assalto ocorreu em 2017, o músico estava se apresentando em uma padaria

Por Marcos Antonio de Jesus

(foto: Reprodução/Youtube)

A decisão que determinava a prisão domiciliar do músico Luiz Carlos Justino, de 22 anos, foi retirada dos autos. Ele teve a prisão preventiva revogada na sexta, após passar quatro noites na prisão. Ele foi acusado de cometer um assalto em 2017. No entanto, a testemunha o reconheceu apenas por foto.

O juiz André Luiz Nicolitt, afirma que, ao invés de gerar perigo, nesses três anos, ele vem promovendo arte, música e cultura. O magistrado também disse que a liberdade do acusado não gerou problema para a sociedade, pois ele não responde por outro crime. Ainda de acordo com o juiz, a única organização de que se tem notícia de que ele faça parte é uma organização musical.

Luiz Carlos foi preso na semana passada. Parado em uma blitz, ele foi levado para a delegacia porque estava sem documentos. Na unidade, ele foi informado de que seria preso porque uma testemunha o havia reconhecido, por foto, como autor de um assalto, em 2017. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva.

No horário em que o assalto ocorreu em 2017, o músico estava se apresentando em uma padaria com outros artistas da Orquestra de Cordas da Grota, um projeto social que funciona em Niterói.

 

Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Janeiro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »