Rio

Justiça retira dos autos prisão domiciliar de músico

No horário em que o assalto ocorreu em 2017, o músico estava se apresentando em uma padaria

Por Marcos Antonio de Jesus

(foto: Reprodução/Youtube)

A decisão que determinava a prisão domiciliar do músico Luiz Carlos Justino, de 22 anos, foi retirada dos autos. Ele teve a prisão preventiva revogada na sexta, após passar quatro noites na prisão. Ele foi acusado de cometer um assalto em 2017. No entanto, a testemunha o reconheceu apenas por foto.

O juiz André Luiz Nicolitt, afirma que, ao invés de gerar perigo, nesses três anos, ele vem promovendo arte, música e cultura. O magistrado também disse que a liberdade do acusado não gerou problema para a sociedade, pois ele não responde por outro crime. Ainda de acordo com o juiz, a única organização de que se tem notícia de que ele faça parte é uma organização musical.

Luiz Carlos foi preso na semana passada. Parado em uma blitz, ele foi levado para a delegacia porque estava sem documentos. Na unidade, ele foi informado de que seria preso porque uma testemunha o havia reconhecido, por foto, como autor de um assalto, em 2017. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva.

No horário em que o assalto ocorreu em 2017, o músico estava se apresentando em uma padaria com outros artistas da Orquestra de Cordas da Grota, um projeto social que funciona em Niterói.

 

Comentários

enquete

Hoje é o dia Nacional do Turismo. Você pretende viajar quando acabar a pandemia?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
09 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Ele & Ela
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
12:00 - Bola em Jogo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »