Conecte-se conosco

Região Metropolitana

Médico é preso acusado de estuprar grávidas durante trabalho de parto

Giovanni Quintella Bezerra foi flagrado por colegas de trabalho, colocando o órgão genital na boca de uma paciente

Publicado

em

Anestesista Giovanni Quintella Bezerra
Anestesista Giovanni Quintella Bezerra

O anestesista Giovanni Quintella Bezerra, está preso por estuprar uma paciente em trabalho de parto, no Hospital da Mulher Heloneida Studart, em São João de Meriti.

Ele foi flagrado por colegas de trabalho, colocando o órgão genital na boca de uma paciente.

A paciente estava totalmente dopada.

Os funcionários filmaram o ato e entregaram para a polícia.

Testemunhas informaram que Giovanni costuma aplicar muita anestesia nas pacientes, deixando as mesmas sem nenhuma reação.

O anestesista já atuava há anos e trabalhou em pelo menos dez hospitais do Rio.

O caso está sendo investigado pela delegacia de São João de Meriti.

Por nota, a Fundação Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde afirmam que repudiam a conduta do médico e estão colaborando com a investigação.

Além disso, informaram que uma sindicância interna será aberta para tomar as medidas administrativas.

Ainda segundo a SES, a equipe do Hospital da Mulher está prestando todo apoio à vítima e à sua família.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.