Coronavírus

Metrô e Supervia participam de reunião com o Governo para tentar impedir suspensão das atividades

Empresas vivem grave crise financeira desde o início da pandemia da Covid-19

Por Marcelo Silva

(Foto: Reprodução)

Os presidentes da Supervia e do MetrôRio vão se reunir nesta quinta-feira (09), com autoridades do Governo do Estado para discutir soluções para a crise financeira nas concessionárias, por causa da Covid-19.

De acordo com as empresas, os sistemas de trem e metrô podem ter as atividades interrompidas caso não haja um socorro financeiro que possa cobrir as perdas devido a redução no número de passageiros nos trens e metrôs do Estado.

A Supervia avalia que antes das medidas de restrição no transporte público, a empresa transportava cerca de 600 mil passageiros por dia útil. Com as restrições, a queda diária chegou a 74%.

Desde o início da pandemia, a concessionária contabilizou perda de R$ 102 milhões, uma média atual aproximada de R$ 30 milhões mensais. No MetrôRio, o prejuízo mensal gira em torno de R$ 35 milhões. No total, o déficit acumulado é de R$ 150 milhões.

As duas empresas afirmam ter caixa para manter as operações nos sistemas de trens e metrô até o início do mês de agosto.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
07 de Agosto de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »