Rio

Ministério Público entra com ação para interromper obras do Memorial do Holocausto no Rio

No final do ano passado, então prefeito do Rio, Marcelo Crivella, chegou a inaugurar monumento

Por Redação Tupi

Monumento em homenagem às vítimas do Holocausto
(Foto: Nelson Perez / Prefeitura do Rio)

O Ministério Público Federal (MPF) moveu uma ação civil pública, com pedido de liminar, contra a Associação Cultural Memorial do Holocausto para que sejam interrompidas as obras no Morro do Pasmado, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

No pedido, o MPF argumenta que a associação deve deixar de “realizar qualquer ato concreto de construção, vertical ou horizontal, no solo ou subsolo do mirante, até a sentença final”.

No final do ano passado, o então prefeito do Rio, Marcelo Crivella, chegou a inaugurar o monumento em homenagem às vítimas do Holocausto.

Segundo o MPF, o pedido de urgência é necessário pois “a construção do memorial está em ritmo acelerado e pode causar um dano irreversível ou de difícil reversão a bem tombado e protegido culturalmente por organismos internacionais”.

Em 2019, o órgão chegou a pedir à Justiça que fosse feita uma perícia no Mirante do Pasmado para avaliar se o local poderia receber o projeto, mas devido à demora na conclusão do parecer, as obras acabaram avançando.



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »