Rio

MP firma acordo com consórcios de ônibus do Rio para que, na falta de troco, valor das passagens seja arredondado para baixo

Empresas prestadoras do serviço de transporte público devem possuir, obrigatoriamente, troco suficiente

Por Redação Tupi

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) assinou um termo de ajustamento de conduta (TAC) com os consórcios de ônibus (Transcarioca, Santa Cruz, Internorte e Intersul de Transportes) que prevê que, no caso de o motorista não possuir o devido troco, o valor da passagem deverá ser arredondado para baixo.

No termo, os quatro consórcios assumem ainda o compromisso de obedecer ao cronograma de 180 dias para conclusão da divulgação desta medida em 100% da frota de ônibus. As empresas prestadoras do serviço de transporte público devem possuir, obrigatoriamente, troco suficiente para atender ao público.

Em caso negativo, a tarifa deve ser arredondada para baixo – regra que não vinha sendo obedecida pelas empresas, conforme foi informado em diversas denúncias de passageiros e confirmado em diligências nas ruas.

Comentários
enquete

Vale a pena se tornar vegetariano só para agradar o (a) parceiro (a)?
Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Setembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Samba Social Clube
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show da Galera
21:00 - Show de Bola
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »