Conecte-se conosco

Rio

Nova grade reduz intervalo entre trens e oferece mais 42 viagens nos dias úteis

Nova grade estava prevista para ser implementada em 1º de fevereiro, mas em função do aumento do número de casos de Covid-19 e Influenza no estado, a grade teve que ser adiada

Publicado

em

Trem
(Foto: Reprodução)
Trem

(Foto: Reprodução)

A Supervia informou que, partir de 7 de março, os trens vão operar com nova grade que permitirá que os clientes aguardem menos tempo pelo trem e contem com mais viagens para seus deslocamentos.

Com a mudança, o intervalo entre trens será reduzido para os ramais Japeri e Santa Cruz (interligado ao Deodoro) e, no trecho Central-Gramacho, do ramal Saracuruna, e serão realizadas 42 viagens a mais, o que representa um acréscimo de 100.800 lugares ofertados nos dias úteis.

Os ajustes operacionais consideram estudos de projeção de demanda, sugestões de clientes, que acompanhamos no dia-a-dia e, os critérios de lotação estabelecidos pelo Governo do Estado (decreto 47.228/20), uma vez que seguimos acompanhando os efeitos da pandemia de Covid-19, que muito impactaram o planejamento e oferta de transportes em nosso estado.

A nova grade estava prevista para ser implementada em 1º de fevereiro, mas em função do aumento do número de casos de Covid-19 e Influenza no estado, que também incidiu entre colaboradores, o adiamento foi inevitável, devido ao efetivo envolvido nesta atualização.

A programação de trens também será atualizada aos sábados, a partir do dia 12/03. Clientes dos ramais Japeri e Santa Cruz (interligado ao Deodoro) contarão com menores intervalos e mais 36 viagens – totalizando 86.400 lugares novos ofertados. Já aos domingos e feriados, a partir do dia 13/03, além de esperar menos tempo para embarcar, os passageiros do ramal Saracuruna terão acréscimo de 8 viagens e 19.200 lugares ofertados.

Cabe lembrar que o novo planejamento tem foco na melhoria no tempo de percurso e atendimento aos clientes em um cenário desafiador para o sistema de transporte. Fatores de causa externa, tais como furto de equipamentos e componentes ferroviários são os que mais geraram transtornos à operação atualmente. Em 2021, foram mais de 750 ocorrências desse tipo e temos dialogado com o poder público enfatizando a necessidade de ações de segurança pública.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.