Rio

Polícia Civil identifica agressores de médica

Entre os acusados está um policial militar

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução/Facebook

A Polícia Civil já identificou os agressores da médica Ticyana Azambuja, de 35 anos, espancada no meio da rua, durante um evento batizado como “Festa da Covid”, no Grajaú, na Zona Norte do Rio.

O policial militar, Luiz Eduardo Salgueiro, que teve o vidro do caro quebrado pela profissional de saúde, é um dos agressores.

A confusão aconteceu, no último sábado (30), quando Ticyana danificou o carro de um dos presentes na festa depois de tentativas em vão de interrompê-la.

Pelas imagens, divulgadas pelas redes sociais, é possível ver um homem carregando a médica, enquanto uma mulher puxa o cabelo de Ticyana.

A médica anestesista contou que no bairro onde mora, na Rua Marechal Jofre, no Grajaú, ocorrem diversas festas, mesmo a casa sendo ao lado do quartel dos Bombeiros. Ela, que está na linha de frente no hospital de campanha da Lagoa, disse que foi agredida violentamente por cinco homens, quando foi reclamar do barulho da festa que fica próxima de sua casa.

Após as agressões, ela prestou queixa por agressão, nesta segunda-feira (01), na 20ª DP.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
27 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Isabele Benito
« Programa Anterior
11:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
14:00 - Show do Pedro Augusto
15:30 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »