Região Metropolitana

Polícia Civil prende acusado de operar central clandestina de internet em Niterói

Agentes realizaram diligências e identificaram a central clandestina que emitia os sinais irregulares

Por Redação Tupi

Imagem da viatura da Polícia Civil
Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Um homem acusado de operar e vender serviço de “gatonet” foi preso por policiais civis da delegacia de Itaipu, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio. A ação aconteceu nesta terça-feira (31).

Os agentes investigavam denúncias de que cabos de provedores de internet de operadoras na região de Engenho do Mato, em Niterói, estavam sendo retirados e substituídos por outros de forma clandestina. A suspeita é de que o homem atuaria em parceria com traficantes da região.

Os policiais realizaram diligências e identificaram a central clandestina que emitia os sinais irregulares. O material foi apreendido e o responsável foi preso em flagrante.

O gatonet é a recepção ilegal de sinal de TV por assinatura. Isso quer dizer que o sinal que chega até a residência de alguém que usa esse serviço é clandestino e não possui uma autorização legal de funcionamento.

Além de dar acesso a um imenso conjunto de canais, que corresponde ao plano mais completo de uma operadora de televisão paga, os distribuidores desse sistema oferecem também filmes e séries e recursos extras aos seus clientes.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
19 de Setembro de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Super Futebol Tupi
« Programa Anterior
22:00 - Giro Esportivo
20:00 - Conexão Tupi
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »