Conecte-se conosco

Rio

Polícia prende pai suspeito de matar o próprio filho de 9 anos em Irajá, na Zona Norte do Rio

Justiça do Rio expediu contra ele um mandado de prisão temporária

Publicado

em

Polícia prende pai suspeito de matar o próprio filho de 9 anos em Irajá

Policiais civis prenderam, nesta quarta-feira (22), Marco Antônio do Céu Machado, de 56 anos. Ele é suspeito de matar o próprio filho, Gabriel Caleb, de 9 anos, na Zona Norte do Rio. O garoto foi encontrado morto dentro de casa, no bairro de Irajá, na manhã dessa terça-feira (21).

O suspeito havia prestado depoimento na tarde de terça-feira, mas foi liberado em seguida. No entanto, após novos depoimentos dos familiares da criança na Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), os policiais civis encontraram uma relação entre ele e a morte do filho. A Justiça do Rio expediu contra Marco Antônio um mandado de prisão temporária.

Após esta detenção, Marco Antônio deve ser encaminhado nas próximas horas para o sistema prisional, onde ficará a disposição das autoridades.

O corpo de Gabriel foi sepultado, na tarde desta quarta-feira (22), numa cerimônia restrita realizada na Capela e Funerária Santa Cássia, em Inhaúma, também na Zona Norte da cidade. As circunstâncias da morte ainda estão sendo apuradas mas familiares apontam o pai do menino como o culpado.

Familiares liberam o corpo do menino no IML

A Família de Gabriel esteve na manhã desta quarta-feira (22), no Instituto Médico Legal (IML) para fazer a liberação do corpo da criança. Uma fonte do IML, em conversa com a reportagem da Super Rádio Tupi, afirmou que, de fato, não havia marcas de violência no corpo do menino, tal como nenhum indício de envenenamento.

Segundo a fonte, foi encontrado um edema pulmonar, ou seja, líquido nos pulmões e inchaço no cérebro – configurando um possível ataque epilético, gerando uma convulsão. Apesar disso, as causas da morte só poderão ser confirmadas após o resultado da necrópsia que deve ficar pronto nos próximos dias.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.