Rio

Policial envolvido no caso João Pedro muda versão sobre arma

Adolescente morreu baleada dentro de casa no Morro do Salgueiro

Por Redação Tupi

Os policiais envolvidos no cado do menino João Pedro, de 14 anos, prestaram depoimento dias após o crime. Um dos agentes mudou a informação dada no primeiro depoimento. O adolescente morreu baleada dentro de casa no Morro do Salgueiro, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. A notícia foi divulgada pelo site G1.

Antes, o policial disse que tinha usado um fuzil 762 na operação do Salgueiro. Já no segundo depoimento, o agente disse que também usou um fuzil 556.

A perícia realizada pela Polícia Civil apontou que o tiro que matou João Pedro partiu de uma arma calibre 556. Ao todo, quatro fuzis que foram usados na operação já foram apreendidos: dois 556 e dois 762.

Comentários

enquete

Fluminense tem chances de avançar na Libertadores?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
06 de Maio de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »