Capital Fluminense

‘Por que sair atirando?’, diz enteado de mototaxista morto na Cidade de Deus

Segundo familiares, Edivaldo Viana, de 41 anos, teria feito uma bandalha próximo à Linha Amarela, quando foi atingido por um tiro no ombro

Por Cyro Neves

Paulo Henrique dos Santos, enteado do mototaxista Edivaldo Viana, de 41 anos, morto na Cidade de Deus (Foto: Cyro Neves / Super Rádio Tupi)

“Queremos saber o porquê de sair atirando? Por que não mandaram parar a moto?”. Estes são questionamentos feitos pelo autônomo Paulo Henrique dos Santos, enteado do mototaxista Edivaldo Viana, de 41 anos, morto durante ação da Polícia Militar na Cidade de Deus, na Zona Oeste do Rio, nesta terça-feira (18).

De acordo com testemunhas, Edivaldo tentava fazer uma bandalha embaixo da Linha Amarela, quando policiais teriam efetuado disparo em direção a ele e ao garupa.

(Foto: Reprodução)

Ainda de acordo com testemunhas, Edivaldo teria saído com vida antes de ser levado para o hospital. Os familiares contaram que o mototaxista chegou morto no Hospital Federal Cardoso Fontes, atingido por um tiro no ombro.

(Foto: Cyro Neves / Super Rádio Tupi)

Parentes de Edivaldo tentam a liberação do corpo no IML. Familiares do passageiro, que não teve identidade revelada, ainda não compareceram ao IML. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Capital.



Comentários

Botão Calendário de Vacinação



AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
20 de Junho de 2021 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Baú da Tupi
« Programa Anterior
15:00 - Super Futebol Tupi
08:00 - Show do Pedro Augusto
22:00 - Giro Esportivo
11:00 - Samba Social Clube
03:00 - Domingo Show
12:00 - Bola em Jogo
06:00 - Ele & Ela
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »