Rio

Prédios da milícia são demolidos em Rio das Pedras

Ação conta com a participação de equipes da secretaria municipal de Ordem Pública e de agentes do GAECO, o grupo de atuação especial no combate ao crime organizado

Por Redação Tupi

construções irregulares rio das pedras
Prédios da milícia são demolidos em Rio das Pedras (Foto: Divulgação)

A prefeitura do Rio e o Ministério Público realizam, na manhã desta quarta-feira (22), mais uma operação para destruir prédios construídos por milicianos em Rio das Pedras, na Zona Oeste. A ação conta com a participação de equipes da secretaria municipal de Ordem Pública (SEOP) e de agentes do GAECO, o grupo de atuação especial no combate ao crime organizado.

“Após quatro operações para prender milicianos e 72 denunciados desde 2019, o GAECO tem pleno conhecimento de que a construção irregular de imóveis é uma das maiores fontes de renda dessa milícia, sendo ações como a de hoje de extrema relevância para sufocá-los financeiramente”, explicou a promotora de Justiça, Roberta Laplace.

No mesmo sentido, o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale, também destacou o combate ao uso irregular do solo por milicianos.  “Essa é mais uma operação que fazemos em conjunto com o GAECO para combater as construções irregulares. A Secretaria de Ordem Pública vai continuar trabalhando firme para asfixiar o crime organizado, ordenar a cidade e prevenir vidas. Através dessa integração, a Prefeitura se coloca como mais uma força para a segurança pública” destacou o secretário.

Situado na Estrada do Itanhangá nº 2.220, o prédio residencial irregular que está sendo demolido nesta quarta-feira pertence ao policial militar Ronny Pessanha de Oliveira, denunciado pelo GAECO/MPRJ e preso em dezembro de 2020, durante a Operação Sturm, por integrar a milícia que atua na região. O prédio foi construído sem projeto aprovado pela prefeitura e em desacordo com as leis municipais de parcelamento do solo urbano.

“Agora, o GAECO complementa a persecução penal de Ronny do BOPE, demolindo o prédio que ele estava construindo com o dinheiro oriundo de suas práticas criminosas. Neutraliza-se, assim, qualquer vantagem financeira dos crimes praticados”, acrescentou a promotora.

De acordo com as investigações, as obras não tinham licença ambiental e nem alvará para serem realizadas.

Funcionários da secretaria municipal de Assistencia Social estão prestando auxílio aos moradores da região, que chegaram a comprar casas no interior da comunidade.

A força-tarefa para enfrentamento à ocupação irregular do solo urbano foi criada em 19 de outubro, por ato do procurador geral de Justiça, para auxiliar promotores de Justiça no combate à ocupação irregular do solo no Município do Rio de Janeiro e aos ilícitos relacionados nas áreas criminal, meio ambiente, entre outras, em especial, nas áreas de planejamento que abrangem bairros das zonas oeste e norte da cidade.

construções irregulares rio das pedras
Prédios da milícia são demolidos em Rio das Pedras (Foto: Divulgação)


recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
15 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Mário Belisário
« Programa Anterior
17:00 - Super Futebol Tupi
09:00 - Show do Clóvis Monteiro
10:00 - Programa Francisco Barbosa
12:00 - Patrulha da Cidade
13:00 - Samba Social Clube
15:00 - Show da Galera
21:00 - Botequim do Mister
06:00 - Fala Garotinho
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »