Conecte-se conosco

Rio

Prefeito Eduardo Paes prevê normalizar situação dos ônibus do Rio até o fim do ano

Chefe do executivo municipal falou sobre a situação dos ônibus da cidade do Rio em entrevista à Super Rádio Tupi

Publicado

em

Eduardo Paes no Show do Clóvis Monteiro
Eduardo Paes no Show do Clóvis Monteiro (Foto: Roberta Sampaio / Super Rádio Tupi)

Em entrevista ao Show do Clóvis Monteiro, nesta quarta-feira (25), o prefeito Eduardo Paes prevê normalizar o serviço de ônibus na cidade do Rio em até seis meses e explicou o motivo do sumiço de algumas linhas convencionais.

“São vários os motivos: entre eles a crise econômica no país, que aumentou enormemente as taxas de desemprego de forma geral. Quanto maior o desemprego, menos Vale Transporte, menos pessoas se locomovendo. Outro ponto é o aumento no preço do combustível. Basicamente, o diesel corresponde a metade do preço das passagens das linhas de ônibus convencionais.”

Paes também voltou a criticar a gestão anterior do prefeito Marcelo Crivela.

“”Tem também a imobilidade do governo que me antecedeu. Toda vez que o governo não age, as causas judicializam, o Ministério Público entre, a parte privada entra com ação, a Prefeitura entra com ação, vira um imbróglio gigante e ninguém resolve nada.”

Na semana passada, a Prefeitura firmou um acordo com as empresas de ônibus para subsidiar o preço das passagens desde que as linhas convencionais voltem a rodar pela cidade.

Segundo Paes, a previsão era de que a nova tarifa dos ônibus custasse R$ 5,80, mas o valor foi mantido em R$ 4,05. A diferença será coberta pelos cofres da Prefeitura.

“Agora, os donos das empresas não vão lucrar conforme o número de passageiros transportados, mas sim com base nos quilômetros rodados pela cidade. Ou seja, quanto mais ônibus eles tiverem nas ruas, cumprindo o acordo com a Prefeitura, melhor para eles, melhor para a população.”

Paes declarou ainda que o bairro de Sepetiba, na Zona Oeste do Rio, será prioridade na retomada do serviço à população.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.