Conecte-se conosco

Destaques

Armas de PMs que participaram de ação que resultou em morte de lutador serão periciadas

Vítor Amorim, de 19 anos, foi assassinado em um bar, em São Gonçalo

Publicado

em

Vítor Reis de Amorim
Vítor Reis de Amorim (Foto: Reprodução)
Vítor Reis de Amorim

Vítor Reis de Amorim (Foto: Reprodução)

A Polícia Civil recolheu as armas dos policiais militares envolvidos na morte do lutador de muay thai, Vítor Reis, de 19 anos. A certidão de óbito do jovem mostra que a causa da morte foi “ferida transfixante do tórax com lesão polivisceral e hemorragia interna, ação perfuro-contundente”, ou seja, causada por arma de fogo.

A família afirma que ele foi atingido nas costas. A Polícia Militar contesta essa informação com base no boletim médico onde mostra que Vítor foi atingido no lado esquerdo do peito, sem marca de saída, durante troca de tiros com bandidos.

Vítor foi assassinado com um tiro em um bar em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio, na terça-feira (28). Ele estava com amigos, no Morro da Jaqueira. O corpo do jovem foi enterrado na quarta-feira (29) no Cemitério São Miguel, também em São Gonçalo.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *