Política

Sérgio Cabral afirma ter comprado votos para que a Olimpíada de 2016 fosse sediada no Rio

Ex-prefeito do Rio Eduardo Paes afirma que não participou de nenhum esquema

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira, o ex-governador do Rio Sérgio Cabral afirmou que comprou votos de membros do Comitê Olímpico Internacional (COI), para que a edição da Olimpíada de 2016 fosse sediada no Rio. A confissão foi feita ao juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal Criminal, em depoimento para a operação Lava Jato.

O ex-governador ainda afirmou que o ex-prefeito do Rio, Eduardo Paes, e os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Michel Temer sabiam de todo o trâmite. Em nota, Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio de Janeiro, afirmou que não participou de nenhum esquema e que não sabia da compra de votos.

Segundo Cabral, o presidente do COI, Carlos Arthur Nuzman, indicou o presidente da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), Lamine Diack, para servir de intermediário das transações.

“Eu não sabia qual seria a repercussão de um núcleo europeizado muito forte (na votação). Nessa natureza, o Nuzman vira pra mim e me fala: ‘Sérgio, quero te abrir que o presidente da IAAF, lamine Diack, ele é uma pessoa que se abre pra vantagens indevidas”, disse o ex-governador em depoimento.

Ele confirmou que nove dos 95 membros do COI foram comprados por US$ 2 milhões, e o depósito teria sido feito em 2008, pelo o empresário Arthur Soares, conhecido como Rei Arthur, em uma conta no exterior.

Comentários
enquete

Para uma vida conjugal dar certo, alguém da relação tem que ceder?

Carregando ... Carregando ...

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
17 de Outubro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Show do Pedro Augusto
« Programa Anterior
20:00 - Super Futebol Tupi
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »