Rio

Servidores do DEGASE terão que voltar a trabalhar em 24 horas

Desembargador Claudio de Mello Tavares, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio, emitiu a determinação nesta terça-feira

Foto: Divulgação

Servidores do Departamento Geral de Ações Socioeducativas do Estado do Rio, o DEGASE, terão que voltar ao trabalho no prazo de 24 horas. A determinação foi dada nesta terça-feira pelo presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio, desembargador Claudio de Mello Tavares, a partir de um pedido do Governo do Estado em ação contra o Sind-Degase. Segundo o desembargador, parte das reivindicações dos servidores exige disponibilidade orçamentária que depende da adequação aos limites fixados pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

De acordo com o TJRJ, em caso de descumprimento da ordem, o sindicato terá de pagar multa diária de 400 mil reais. Porém, João Rodrigues, presidente do Sind-Degase, afirma que ainda não recebeu notificação da decisão judicial.

A greve dos servidores, que começou meia noite desta terça-feira, paralisou 25 unidades do Degase. De acordo com TJRJ, diversas atividades foram afetadas, como: transferências de unidades, realização de audiências públicas e visitação aos internos. Por meio de nota, o Sind-Degase informou que a paralisação acontece para que sejam atendidos, entre outros pontos, concurso público e progressões salariais.

recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
18 de Novembro de 2019 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Cristiano Santos
« Programa Anterior
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »