Rio

STJ manda soltar auditor da Receita preso pela Lava Jato

O auditor era chefe do setor da Receita Federal que colaborava com a Lava Jato

Por Marcos Antonio de Jesus

(Foto/Divulgação MPF)

O Superior Tribunal de Justiça mandou soltar o auditor da Receita Federal, Marco Aurélio Canal, preso em outubro desse ano, acusado de cobrar propina de alvos da operação Lava Jato no Rio de Janeiro.

Na decisão, o ministro Ribeiro Dantas afirmou que para a prisão preventiva é necessário o decreto demonstrar que há risco na liberação do investigado e, ainda, elementos concretos que provem o crime.

Segundo o habeas corpus, Marco Aurélio Canal fica proibido de acessar qualquer repartição da Receita Federal e, ainda, de manter contato com servidores do órgão e outros réus envolvidos no processo.

De acordo com as investigações, ele participava de um esquema de suborno em que fiscais cobravam propina para não aplicar multas contra contribuintes que eram alvos de fiscalização.

Os investigadores também descobriram que o auditor cobrou R$ 4 milhões para evitar uma multa contra a Federação da Empresas de Transporte do Rio, a Fetranspor.

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
22 de Outubro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »