Rio

Mulher é detida após xingar presidente Jair Bolsonaro em Resende

Presidente acenava para carros que passavam pela Dutra quando o caso aconteceu

Por Tatiana Campbell

Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução)

Uma mulher foi detida após xingar o presidente Jair Bolsonaro durante a formatura dos cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, no Sul Fluminense. No momento em que cumprimentava motoristas que passavam por uma rodovia, a mulher, que estava em um veículo, falou ofensas e palavras de baixo calão para Bolsonaro.

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal conduziu a mulher para a delegacia da Polícia Federal de Volta Redonda, município vizinho, e ela foi detida pelo crime de injúria. Em nota, a PF informou que ela foi liberada após assumir o compromisso de comparecer em juízo, como determina a lei.

Segundo a PRF, o crime de injúria tem pena de um a três anos e multa e ainda, é aumentado em um terço se o alvo das ofensas for o presidente da República ou um chefe de governo estrangeiro.

Esse tipo de crime ocorre quando são atribuídas palavras ofensivas a uma pessoa, quando são expostos defeitos ou opiniões que desqualifiquem a pessoa, atingindo sua honra e moral. O exemplo mais comum são os xingamentos.

 



recomendadas
Comentários

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
21 de Janeiro de 2022 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Programa Francisco Barbosa
« Programa Anterior
12:00 - Patrulha da Cidade
15:00 - Show do Heleno Rotay
17:00 - Show do Apolinho
19:00 - Radar Tupi
20:00 - Programa Cristiano Santos
21:00 - Tupi na Rede
22:00 - Giro Esportivo
13:00 - Cidinha Livre
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »