Conecte-se conosco

Região Metropolitana

Táxi.Rio chega a Niterói após acordo entre as cidades

O Taxi.Rio Cidades conta com 1,2 milhão de passageiros cadastrados e realiza uma média de 1 milhão de corridas por mês apenas na capital

Publicado

em

Táxi.Rio passa a ser aceito em Niterói.

Táxi.Rio passa a ser aceito em Niterói. (Foto: Prefeitura de Niterói/Reprodução)

A Prefeitura de Niterói assinou, nesta quinta-feira (19), um termo de cooperação com a Prefeitura do Rio de Janeiro para implementação do aplicativo Taxi.Rio Cidades. O aplicativo permite que o passageiro solicite um táxi com até 40% de desconto na corrida. O Taxi.Rio Cidades conta com 1,2 milhão de passageiros cadastrados e realiza uma média de 1 milhão de corridas por mês apenas na capital.

Sem qualquer cobrança de taxa de serviço para os taxistas, a ferramenta foi criada para alavancar a categoria frente à concorrência de aplicativos de transporte. A ferramenta já está disponível para os 2.500 taxistas de Niterói, mas eles precisarão fazer, presencialmente, a validação do cadastro na Subsecretaria Municipal de Transportes, a partir de segunda-feira (23).

O compromisso foi firmado durante evento no Teatro Popular Oscar Niemeyer, que reuniu cerca de 300 taxistas, representantes daquele sindicato, e diversas autoridades, dentre essas, o vice-prefeito de Niterói, Paulo Bagueira, o secretário municipal de Urbanismo e Mobilidade, Renato Barandier, o deputado federal Pedro Paulo Carvalho, ex-secretário de Fazenda e Planejamento do Rio, e o presidente da Iplan, Cláudio Fonseca. Diagnosticado com Covid-19, o prefeito de Niterói, Axel Grael, participou remotamente da cerimônia.

“O aplicativo é bom para o taxista e para o usuário. É uma estratégia importante para os problemas do trânsito da cidade. No passado, todos queriam ter carteira de motorista. Hoje em dia esse hábito mudou. As pessoas estão se acostumando a usar mais o táxi, o que ajuda na gestão da mobilidade da nossa cidade, ao diminuir o número de veículos transitando”, analisou o prefeito Grael.

Dados do 1º trimestre de 2022 mostram que o número de corridas realizadas subiu 89% em relação ao mesmo período de 2019 (2,46 milhões vs. 1,3 milhão). Em paralelo, o tempo de aceite das corridas caiu 38% e o tempo de embarque, 17%.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.