Conecte-se conosco

Rio

Vítima de anestesista preso por estupro no Rio presta depoimento

Possível vítima foi uma das três pacientes que fez um parto cesariana com o anestesista no último domingo (10), quando ele estava sendo filmado pela equipe de enfermagem fazendo o crime contra uma das gestantes

Publicado

em

Médico anestesista Giovanni Quintela Bezerra
Mulher atendida por anestesista preso no Rio por estuprar gestante presta depoimento

Uma das mulheres que foram atendidas pelo anestesista Giovanni Quintella Bezerra, que foi filmado enquanto estuprava uma grávida durante o parto no Hospital da Mulher Heloneida Studart, na Baixada Fluminense, foi à Delegacia de Atendimento à Mulher (Deam), prestar depoimento nesta quinta-feira (14).

A possível vítima foi uma das três pacientes que fez um parto cesariana com o anestesista no último domingo (10), quando ele estava sendo filmado pela equipe de enfermagem fazendo o crime contra uma das gestantes.

A mulher compareceu à DP com os advogados. O doutor Joabs Sobrinho informou que a cliente acredita que foi estuprada e que já desconfiava de atitudes de Giovanni, como puxar assuntos que não estavam relacionados à cirurgia e insistir que fosse colocado uma sonda nela, o que normalmente, não é executado pelo médico.

“Ela saiu do hospital na terça-feira (12), e não sabia do caso. Não foi procurada por ninguém. […] Ela ficou muito chocada porque ela não lembra das coisas que aconteceram. Ela está muito triste porque todos os vizinhos, pessoas estão expondo muito a sua intimidade. Ela é mãe solteira. É muito complicado. Ela realmente está sofrendo. […] Nós vamos fazer todos os exames necessários para que ele seja condenado pelo crime”, disse o advogado de defesa.

O depoimento da possível vítima na Deam começou por volta das 17h40. De acordo com a delegada Bárbara Lomba, há “fortes indícios” de que ela também tenha sido abusada pelo médico, visto que há relatos do uso excessivo de anestésico durante o procedimento ciúrgico.

Continue lendo
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *