Mundo

56 militares opositores são expulsos da Venezuela por Maduro

Grupo esteve envolvido nas manifestações lideradas por Juan Guaidó

Por Redação Tupi

Foto: Reprodução

Na última quarta-feira, a imprensa oficial da Venezuela confirmou que o presidente do país, Nicolás Maduro, expulsou 56 militares acusados de estarem envolvidos nas manifestações contra o governo da Venezuela, lideradas por Juan Guaidó, no último dia 30. Durante o levante, cinco pessoas foram mortas e 239 ficaram feridas.

De acordo com a Associeted Press, entre os expulsos, está Manuel Figuera, que é ex-chefe do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (Sebin), órgão que, inclusive, era responsável vigiar Leopoldo López, um dos principais opositores de Maduro que o governo exigiu que fosse preso.

O governo Venezuelano ainda não se manifestou sobre para onde vão esses 56 militares. Nesse grupo há 36 sargentos; seis primeiros-tenentes; cinco tenentes-coronéis; quatro majores e quatro capitães.

Na última semana, a embaixada brasileira, localizada em Caracas, cedeu abrigou a 25 militares venezuelanos que pediram por refúgio.

 

Comentários
recomendadas

AO VIVO
OUÇA AO VIVO
VOLTAR AO SITE
02 de Dezembro de 2020 - 96.5 FM
OUÇA AQUI
Giro Esportivo
« Programa Anterior
Nenhum programa encontrado
Próximo Programa »
  • Transmissão em Vídeo
Acompanhe também »